Saúde: Anvisa aprova vacina contra HPV para homens

Notícia Importante:

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso da vacina contra o HPV para pessoas do sexo masculino com idade entre 9 e 26 anos. A decisão foi baseada em estudos apresentados pela empresa Merck Sharp&Dohme e publicados no New England Journal of Medicine; foi formalizada no dia 5 de maio e publicada no Diário Oficial da União de 23 de maio deste ano.

A vacina quadrivalente, a mesma utilizada para mulheres, atua contra os tipos 6, 11, 16 e 18 da doença e terá efeito na prevenção de verrugas genitais externas. O estudo não demonstrou, porém, a eficácia da vacina para outros desfechos clínicos como a prevenção de lesões pré-cancerosas genitais, câncer peniano, perineal e perianal ou câncer anal. (Fonte: Estadão)

De acordo com a MSD, fabricante da Vacina, a vacina aplicada em homens vai ser a mesma das mulheres. É preciso ter uma prescrição médica para se vacinar. A empresa diz que resultados de testes mostram que a vacina reduz em 90,4% os casos de lesões e diminui em 85,6% a incidência de infecções persistentes relacionadas a esses tipos de HPV. 

O problema da vacina ainda é o preço. No ano passado, o R7 mostrou que a imunização não sai por menos de R$ 1.000. Isso porque cada dose custa de R$ 240 a R$ 380, dependendo de sua composição, e são necessárias três aplicações. ( Fonte: R7 Notícias)

Apesar de sabermos que saúde não tem preço, infelizmente, muitas pessoas em nosso país mal têm acesso aos serviços básicos de saúde, quanto mais a um medicamento tão caro. O ideal seria que o governo disponibilizasse a vacina de forma gratuita, o que, por enquanto,  não vai acontecer. 

Mas há uma esperança. Tramita na Câmara o Projeto de Lei 6820/10, do Senado, que inclui a vacina contra o vírus HPV (papilomavírus humano) no calendário de vacinações do Programa Nacional de Imunizações, do governo federal. As vacinas oferecidas por meio do programa são gratuitas. (Fonte: Agência Câmara de Notícias).

Apesar de a vacina ter demonstrado eficácia, as principais armas contra o HPV (e demais doenças sexualmente transmissíveis-DSTs) é a informação e a prevenção. Conhecer seu corpo, conversar sobre o assunto -sem tabus- com a família, realizar exames clínicos periódicos, buscar informações junto aos órgãos de saúde são alguns exemplos de como se armar contra essas doenças.

A julgar pelas estatísticas sobre as DSTs, em nosso país, o que parece é que não estamos tão bem informados como achamos. Muitas vezes, por vergonha, medo do preconceito ou dos julgamentos, preferimos esconder o problema ou agir como se ele não existisse. Esse é o pior erro. Quanto mais cedo for a descoberta de uma doença, maior é  a chance de tratamento e cura. E quanto mais informações temos, mais condições temos também de nos prevenir. O assunto é vasto, por isso, comece a se informar desde já. Afinal, não se pode controlar o que não conhecemos, não é mesmo?

imagem do site Gineco

imagem do site Gineco

Saiba Mais sobre o HPV (Fonte: Instituto Nacional do Câncer, da Secretaria de Saúde)

O que é HPV?
É a sigla em inglês para papiloma vírus humano. Os HPV são vírus da família Papilomaviridae (Fig. 1), capazes de provocar lesões de pele ou mucosa.

Existem vários tipos de HPV e alguns podem causar até câncer, você sabia?

Quais são eles?
Os vírus de alto risco, com maior probabilidade de provocar lesões persistentes e estar associados a lesões pré-cancerosas são os tipos 16, 18, 31, 33, 45, 58 e outros. Já os HPV de tipo 6 e 11, encontrados na maioria das verrugas genitais (ou condilomas genitais) e papilomas laríngeos, parecem não oferecer nenhum risco de progressão para malignidade, apesar de serem encontrados em pequena proporção em tumores malignos.

Como os papilomavírus são transmitidos?
A transmissão é por contato direto com a pele infectada. Os HPV genitais são transmitidos por meio das relações sexuais, podendo causar lesões na vagina, colo do útero, pênis e ânus. Também existem estudos que demonstram a presença rara dos vírus na pele, na laringe (cordas vocais) e no esôfago. Já as infecções subclínicas são encontradas no colo do útero. O desenvolvimento de qualquer tipo de lesão clínica ou subclínica em outras regiões do corpo é bastante raro.

Como são as infecções?

As formas mais comuns na região genital são as verrugas ou condilomas acuminados, popularmente conhecidas como “crista de galo”. Já as lesões subclínicas não apresentam sintoma, podendo progredir para câncer, caso não sejam tratadas precocemente.

Como as pessoas podem se previnir contra o HPV?

O uso de preservativo (camisinha) diminui a possibilidade de transmissão na relação sexual (apesar de não evitá-la totalmente). Ainda assim, sua utilização é recomendada em qualquer tipo de relação, mesmo naquela entre casais estáveis.

A Revista Saúde, da editora Abril, tem uma reportagem especial sobre HPV que é muito esclarecedora. Acesse: http://saude.abril.com.br/especiais/hpv/o-que-e.shtml

As informações não param por aqui. Para saber mais, procure a Secretaria de Saúde de seu município.

Leia a íntegra do projeto 6820/10 em:

http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=466342

Pense Nisso: Não se pode controlar o que não se conhece.

Se essas informações foram úteis para você, pode ser para mais alguém que você conhece. Divulgue-as!

Se você gostou desse post, deixe um comentário.

Anúncios
Esse post foi publicado em É notícia! e marcado , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Saúde: Anvisa aprova vacina contra HPV para homens

  1. Thamyzinha disse:

    Se fosse de graça, muitos que tem esta doença, tomariam não é?
    conheço quem tem, e vejo como é doloroso.
    Bom saber que ao menos tem cura não é.

    boa tarde!

    • Olá Thamy,

      Primeiramente, quero agradecer sua visita e seu comentário. Como eu acredito no poder da informação, gostaria de esclarecer uma coisinha: A vacina não cura o HPV, ela tem caráter preventivo. Uma vez contagiado, o que há é tratamento. E, nesse caso, a cura depende de vários fatores, como em que estágio está a doença, por exemplo. Por isso o diagnóstico precoce é muito importante. Previna-se e passe a informação adiante.
      Beijos.

  2. Rsk8 disse:

    Mt bom se é para melhorar a saude, qe venha !

  3. thales disse:

    mt boa a iniciativa
    saude é um negocio importante mesmo, que merece bastante atenção de todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s