Vídeo da Anvisa ressalta a importância das ações preventivas no manuseio de agrotóxicos.

Por: Tônia Amanda Paz dos Santos (a autora permite cópias, desde que citada a fonte e indicado um link para este blog) 

O Grupo de Educação, Saúde e Agrotóxicos (Gesa), coordenado pela Anvisa, produziu o vídeo “Trilhas do Campo” em parceria com a  Secretaria da Saúde do Estado do Paraná. 

Pulverizador sem os equipamentos de proteção (Imagem encontrada no site da UFRRJ)

 Vestida como uma velha andarilha, Larissa Malty, técnica do Ministério do Meio Ambiente (que também é atriz), personifica a natureza, através da personagem “velha do cerrado”. Aliando poesia e técnica, o vídeo trata de um problema grave e recorrente no trabalho rural no Brasil: o uso de agrotóxico, sem as devidas medidas de proteção para o trabalhador e para o meio ambiente.

Alternando depoimentos de especialistas e de trabalhadores rurais, o vídeo consegue abordar questões comuns nas rotinas dos pequenos e médios agricultores, tanto da agricultura orgânica quanto da convencional, além de discutir o futuro sustentável da agricultura no Brasil.

Dentre as principais medidas preventivas sugeridas pelos especialistas entrevistados, estão o uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) e a consulta a engenheiros agrônomos. “É importante que o trabalhador saiba que ele está lidando com uma substância que acarreta danos para a saúde de quem a manipula, para o meio ambiente e para o consumidor final”, afirma a médica toxicologista Andrea Franco Amoras Magalhães, uma das entrevistadas.

Assista ao vídeo Trilhas do Campo, disponível no Youtube:

Parte 1:

Parte 2:

Quer saber mais sobre o assunto? acesse o Portal da Anvisa clicando no link abaixo:

Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa

Anúncios
Esse post foi publicado em É notícia!, Saúde, Segurança do Trabalho, Vídeo e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Vídeo da Anvisa ressalta a importância das ações preventivas no manuseio de agrotóxicos.

  1. Em minhas “andanças” pelo interior aqui de minha região é normal ver este pessoal aplicando agrotóxicos de forma incorreta.
    Falta fiscalização.

    • Pois é, meu caro amigo. O nosso grande desafio ainda é a falta de fiscalização. As nossas Leis são bem rigorosas, mas se não forem cumpridas, de que adiantam, não é mesmo? É nossa responsabilidade denunciar casos assim.

      Abraços e obrigada pela sua contribuição. Volte sempre!

  2. LISON COSTA disse:

    Que Post Fantástico!
    Amiga AMANDA PAZ:
    Os documentários foram muito bem produzidos e demonstra de forma inequívoca a vantagem da agricultura orgânica, diante de tudo isso o que ficamos a pensar o que uma grande maioria, tanto de produtores quanto de consumidores ainda insistem em bater na mesma tecla fazer vista grossa ao uso e consumo do veneno. Ora, quem com ferro fere, com fere será ferido, diz o adágio popular e o mesmo vale para o caso tratado sabiamente pela grande estrela, Larissa Malty. Hoje, o que se vê em qualquer rede de abastecimento é que os produtos orgânicos agregam muito mais valores.
    Parabenizo-a por mais um magnífico super Post!
    Abraços,
    LISON.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s